Redação e Gramática estão entre as maiores dificuldades dos candidatos a vagas de estágio

O domínio da Língua Portuguesa é um dos grandes obstáculos para os candidatos a oportunidades de estágio e trainee em processos seletivos. Os dados são da pesquisa “O Perfil do Candidato a Vagas de Estágio em 2018”, realizada pela Companhia dos Estágios, consultoria e assessoria especializada em programas de recrutamento. O estudo contou com 5.410 universitários em todas as regiões do país.

O levantamento apontou que testes relacionados à Língua Portuguesa foram a principal dificuldade dos candidatos. 37% dos entrevistados alegaram ter dúvidas com relação à ortografia, gramática e redação durante os processos de seleção. Metade desses jovens admite que a falta de interesse pela disciplina é a causa das deficiências no tema. Outros 24% dizem que há problemas no embasamento escolar e 26% alegam ter dificuldades para assimilar a matéria, apesar do esforço.

Mesmo tendo consciência do déficit, apenas 16% dos estudantes disseram que o principal aspecto que pretendem melhorar na formação profissional é o domínio da língua materna. A maioria dos jovens (58%) disse que compreender um segundo idioma, especialmente o inglês, é sua maior preocupação.

Dicas Para Aperfeiçoar o Conhecimento da Língua

Em um mercado de trabalho competitivo, dominar a Língua Portuguesa é um dos pré-requisitos para conquistar um bom emprego. O domínio da escrita e da fala é uma exigência que vai acompanhar o estagiário durante toda a sua trajetória profissional. As empresas selecionam candidatos capazes de se comunicar na normal culta da língua, já que as habilidades do profissional refletem também na imagem do local onde trabalham. Veja abaixo algumas dicas para não tropeçar no Português e conquistar o desejado estágio.

1 – Invista na Leitura

O hábito da leitura é a melhor maneira de aumentar o vocabulário e aprimorar o conhecimento da língua. Além disso, ler aumentará seu senso crítico e lhe dará desenvoltura para conduzir uma conversa de maneira mais rica e ampla. A capacidade de persuasão, muito avaliada em processos seletivos também é beneficiada pelo contato frequente com a literatura.

2 – Cuidado com a Oralidade

O discurso oral é constantemente avaliado durante uma entrevista de emprego. Procure manter uma postura séria e responda às perguntas de maneira direta. Evite gírias e vícios de linguagem, como gerundismos. A tolerância com expressões informais varia de acordo com o cargo e a política da empresa, mas por precaução, deve-se manter o discurso polido e claro.

3 – Na redação, não abrevie as palavras, nem utilize gírias

A avaliação escrita é muito comum nos processos de seleção para oportunidades de estágio. Construa corretamente as sentenças e leia atentamente o texto antes de entregar. Evite também gírias, palavras muito rebuscadas e expressões em inglês que possuam tradução literal para o português. A boa redação é simples, correta ortograficamente e com vocabulário amplo.

4 – Pratique a escrita

Para melhorar suas habilidades de produção textual, procure pretextos em seu cotidiano para escrever. Treine as técnicas de introdução, desenvolvimento e conclusão – a estrutura básica dos textos dissertativos, o gênero mais comum em seleções profissionais. Escreva para familiares e amigos e peça um parecer posterior do trabalho. Use qualquer brecha do dia a dia para aprofundar-se nessa habilidade essencial.

5 – Revise o currículo

O currículo é a carta de apresentação do profissional e o primeiro contato que a empresa terá com o candidato. Escreva apenas informações verdadeiras, com foco em sua formação e experiências relevantes para o cargo. Formate corretamente, cuide das margens e espaçamentos, da pontuação e das letras minúsculas e maiúsculas. A revisão ortográfica deve ser a mais cuidadosa possível.

Gostou? Compartilhe!
error20

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *