Alunos de Direito encenarão clássico da literatura, que reflete sobre ética e moral

No dia 07 de junho, os alunos do curso de Direito da Faculdade Drummond protagonizarão uma peça baseada na obra “O Caso dos Exploradores de Cavernas”, do autor norte-americano Lon L. Fuller, publicado pela primeira vez em 1949 e, no Brasil, em 1976. A entrada será gratuita.

A obra se passa na cidade fictícia de Newgarth, no ano de 4.299. Cinco exploradores de caverna são soterrados, no que era para ser mais um dia comum de trabalho. Em contato com a equipe de resgatem, descobrem que só conseguirão sair de lá em dez dias. Temendo pela vida, os cinco soterrados decidem, em conjunto, fazer um sorteio. O que for escolhido será sacrificado para servir de alimento aos demais para que todos não morram de fome,  embora os socorristas garantam que isso não ocorrerá.

Feito isso e passado dez dias, quando resgatados, são condenados por homicídio. Dessa forma a obra literária nos propõe a reflexão sobre o Direito Natural, que pauta na jurisprudência em prol da vida, ainda que algumas leis precisem ser subtraídas, e ao Direito Positivo, que pontua que a lei deve ser aplicada a qualquer custo.

Entre conflitos éticos, morais e de Direito, o expectador fica preso nas soluções que começam a ser desenroladas pelo Tribunal Supremo de Newgarth, quando os cinco ministros que compõem a mais alta corte do país iniciam suas defesas e acusações aos quatro exploradores vivos.

A obra se faz muito atual na medida em que nos propõe refletir sobre as ações difíceis de serem tomadas, que envolvam ainda conflitos éticos difíceis, aliado a impasses interpretativos da lei.

Toda a estrutura da adaptação conta com a participação de outras turmas, como os cenários sendo produzidos com a turma de Pedagogia, a recepção e organização pelo pessoal de Gestão de Turismo, e o figurino por conta dos alunos de Design de Moda.

Serviços
Peça “O Caso dos Exploradores de Cavernas”

Quando: 07/06, às 19h30.
Onde: Teatro da Faculdade Drummond, à Rua Francisco Marengo, 1.470.
Valor: Gratuito.
Informações: 2207-7686.