Bibliotecas passam por mudanças para maior acessibilidade

As bibliotecas do Grupo Educacional Drummond estão em processo de melhorias para aumentar a acessibilidade de pessoas com algum tipo de deficiência física ou mobilidade reduzida. As mudanças permitirão maior acesso e circulação de cadeirantes e  deficientes visuais, com mais segurança e conforto.

As alterações estão de acordo com a Norma Brasileira (NBR) 9050, da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), que dispõe sobre a “Acessibilidade a edificações, mobiliários, espaços e equipamentos urbanos”.

Dentre as alterações já realizadas estão o maior espaçamento entre as estantes, agora de 1x20cm, a padronização entre as estantes para 0,98 cm de distância entre elas. Estão previstas, ainda, a instalação de piso tátil e alterações dede layouts das recepções, o que possibilitará um espaço maior na entrada, e mais facilidade na circulação entre os frequentadores das bibliotecas.

“Além desta reestruturação física, também atuamos para oferecer estrutura educacional acessível a todos. Para isso, contamos com impressora em Braille, softwares nos computadores para pessoas com algum grau de deficiência visual e acervo de áudio-livros”, comenta a bibliotecária da Unidade Tatuapé, Kelli Silva.